Confira os detalhes do Renault Kwid, o compacto que chega em agosto por R$ 29.990

Renault Kwid é o segundo carro mais barato do Brasil, perdendo apenas para o Chery QQ. Airbags laterais e Isofix são de série para vencer desconfiança quanto à segurança do modelo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/06/2017 13:33 / atualizado em 18/06/2017 11:59 Pedro Cerqueira /Estado de Minas
Renault/Divulgação

A Renault oficializou durante o Salão do Automóvel de Buenos Aires que o compacto Kwid será lançado a partir de R$ 29.990, provavelmente no mês de agosto. Ficamos aliviados que a marca desistiu de tratar o pequeno como um SUV – se aproveitando de uma norma que usa omo parâmetros os ângulos de ataque e saída e a altura em relação ao solo, como fizeram a Honda com o WR-V e a Ford com o Ka Trail. A marca optou por ser criativa, e escolheu como slogan do Kwid a frase “O SUV dos compactos”, uma saída mais esperta que enaltece algumas características do projeto sem apelar para uma inverdade.

Renault Kwid Intense - Renault/Divulgação Renault Kwid Intense
Renault Kwid Intense - Renault/Divulgação Renault Kwid Intense

Mesmo porque, olhando o veículo de perto, nem o comprador mais desligado compraria o pequenino como um SUV. Se bem que, com a abertura da pré-venda do modelo, vai ter gente, talvez muita gente, que vai pagar R$ 1 mil para reservar um carro que nunca viram pessoalmente (as fotos pode enganar!). Ao menos a pré-venda traz como vantagem a entrega prioritária (uau, para ser um dos primeiros a circular num dos carros mais baratos do Brasil durante uma semana!), a primeira revisão gratuita e cinco anos de garantia (dois a mais que normal) para quem fizer o financiamento com o banco Renault.

Renault Kwid tem 3,68 metros de comprimento e 2,42m de entre-eixos - Renault/Divulgação Renault Kwid tem 3,68 metros de comprimento e 2,42m de entre-eixos

O Kwid mede 3,68 metros de comprimento e 2,42m de entre-eixos, boas medidas para um compacto, quase as mesmas do Volkswagen up!. Isso, somado ao preço agressivo em que será lançado, o Kwid dá pressão nos modelos mais em conta – como o Chery QQ (R$ 25.990) e Fiat Mobi (R$ 33.700), cada um com sua estratégia – e promete mexer com o mercado. Além de ser bastante espartano, o compacto da Chery tem uma rede de concessionárias minúscula e péssima classificação quanto à segurança pelo Latin NCAP. Já a Fiat conta pontos por sua rede de concessionárias, mas perde pelas dimensões realmente diminutas do veículo, a motorização antiquada dessa versão de entrada (que trás o motor 1.0 Fire) e a escassa lista de equipamentos.

Airbags frontais e laterais, além de Isofix, são de série - Renault/Divulgação Airbags frontais e laterais, além de Isofix, são de série

SEGURANÇA A versão de entrada do Kwid, chamada Life, traz pouca coisa além dos obrigatórios airbags frontais e freios ABS. Mas o modelo surpreende mesmo por trazer de série airbags laterais e sistema Isofix para fixação de assento infantil, adotados para reduzir a desconfiança frente ao modelo indiano, que foi várias vezes reprovado nos testes de colisão do Global NCAP. Foi com o mesmo intuito que a Renault já adiantou que o Kwid brasileiro tem 80% do conteúdo composto por peças novas, “desde a estrutura e características mecânicas, passando por equipamentos de conforto, conectividade e segurança”. Como o modelo promete ser vendido às pencas, seria muito interessante sua avaliação pelo Latin NCAP.

Versão intermediária Life - Renault/Divulgação Versão intermediária Life
Versão de entrada Zen - Renault/Divulgação Versão de entrada Zen

CONTEÚDO A versão intermediária Zen (R$ 34.990) traz ainda direção elétrica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos. Por mais R$ 400 é possível adicionar rádio (com Bluetooth e entradas USB e auxiliar). Já a versão de topo Intense (por enquanto) só está disponível para pré-venda junto com o sistema multimídia (R$ 39.990), e agrega ajuste de retrovisores elétrico, faróis de neblina, câmera de ré, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave canivete, além do sistema Media NAV. São seis opções de cores: Orange Ocre, Vermelho Fogo, Branco Marfim, Branco Neige, Prata Étoile e Preto Nacré.

As dimensões são boas para um compacto, com medidas semelhantes às do Volkswagen up! - Renault/Divulgação As dimensões são boas para um compacto, com medidas semelhantes às do Volkswagen up!

O motor escolhido para o compacto é o mesmo 1.0 Sce de três cilindros que os irmãos Sandero e Logan usam, porém sem o duplo comando de válvula variável, o que deixa seus números de desempenho um pouco aquém: a potência é de 66cv/70cv (gasolina/etanol) e o torque tem 9,4kgfm/9,8kgfm (g/e). Os números de consumo urbano divulgados pela Renault são 15,2 km/l com gasolina e 10,5 km/l com etanol.

Bancos em tecido e painel com muito plástico são para manter o preço baixo; central multimídia é um opcional - Renault/Divulgação Bancos em tecido e painel com muito plástico são para manter o preço baixo; central multimídia é um opcional

Além do bom espaço interno, o Kwid foi pensado para oferecer uma posição elevada de dirigir, o que, junto à altura em relação ao solo de 18cm e os ângulos de entrada de 24° e de saída de 40°, segundo a Renault, credenciam o modelo ao posto de “SUV dos compactos”. O Kwid será fabricado na planta de São José dos Pinhais (PR). A garantia é de três anos e a marca garante que o plano de manutenção durante esse período será inferior a R$ 1 por dia, ou seja, inferior a R$ 1.100.

Painel de instrumentos da versão Intense traz conta-giros, velocímetro e uma pequena tela - Renault/Divulgação Painel de instrumentos da versão Intense traz conta-giros, velocímetro e uma pequena tela

Tags: renault kwid preço versões pedro cerqueira vum mg

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
16 de novembro de 2017
09 de novembro de 2017
05 de novembro de 2017
04 de novembro de 2017
31 de outubro de 2017